As mensagens nos “post it” podem gerar confusão…

Numa empresa portuguesa, por causa das fotocópias, foi emitida a seguinte circular:
Caros Colegas, pede-se encarecidamente ao pessoal da Empresa, que no momento de solicitar fotocópias aos colegas da Central de Cópias, o façam de uma forma clara e objectiva, completando as frases que escreverem.
Acontece que os “post it” adjuntos aos documentos por fotocopiar, e os pedidos escritos, têm causado problemas a alguns dos nossos companheiros de trabalho que nos fazem o favor de tirar as cópias, chegando ao extremo de criar problemas conjugais.
Como exemplo, citamos algumas notas de “post it” encontradas nos bolsos dos maridos:

– Por favor, João, depressa!… o gerente também está à espera!
– Daniel, faz-me como o fizeste da outra vez!
– Zé, dá-me duas, rapidinho!
– Pedro, pelos dois lados… e presta atenção que por trás tem que ficar tudo.
– Por favor, Jorge, primeiro a mim, que estou aflita.
– Quando tirares, faz com que se veja o melhor possível.
– Pode ser sem pressa, mas que fique bem feito!
– Luís, urgente! Podes meter-me no meio sem que ninguém perceba e fazer rapidinho?
– António, pode ser pela frente e por trás. Se não conseguires, dá-me duas separadas.
– Então, Fernando, quando é que me fazes o trabalhinho? Estou a ficar aflita.